E eu farei juízos sobre todos os deuses do Egipto. Eu sou o Senhor


O Senhor pediu-me que vos escrevesse por causa de uma palavra na leitura da história da nona e décima pragas sobre o Egipto que me tem vindo a chamar a atenção há já alguns dias. Refiro-me ao seguinte texto: Êxodos 12:12:

E eu passarei pela terra do Egito esta noite e ferirei todo primogênito na terra do Egito, desde os homens até aos animais; e sobre todos os deuses do Egito farei juízos. Eu sou o Senhor.

A descrição do julgamento inclui três fases, a maioria de nós viu apenas uma. O julgamento estabelece as seguintes etapas:

  1. passarei pela terra do Egipto esta noite,
  2. e ferirei todo primogênito na terra do Egito, e
  3. e eu farei juízos sobre todos os deuses do Egipto.

A primeira etapa, passarei pela terra do Egipto esta noite, significa “visita”; não é apenas uma expressão para preencher o argumento do texto. Deus apresenta nesta descrição a sua intenção de “visitar” a terra do Egito, ou seja, todos os seus habitantes, egípcios e hebreus; agora, na Bíblia, quando a ação de Deus de visitar um lugar é apresentada, é feito para enfatizar que Deus desce ao lugar para “avaliar” (pesar, em alguns textos, como em Daniel), os habitantes da terra. O que isto significa, então, é que Deus está a descer para determinar “COMO” merecem os habitantes do lugar para evitar ou receber o justo julgamento da sua visita.

A segunda etapa, e ferirei todo primogênito na terra do Egito, é a parte que todos conhecemos e a parte que mais salientámos, a saber, a morte do primogénito; no entanto, espiritualmente, tem um significado muito mais amplo do que simplesmente punir uma nação inteira, retirando o primogénito às suas gerações. A morte do primogênito significa a medida de fé que Abraão estabeleceu como requisito para estabelecer o Reino e construir uma nação, quando não manteve seu único filho Isaque e o sacrificou (de acordo com Hebreus 11:9) em Moriah (Gênesis 22:2). A morte dos filhos primogénitos do Egipto foi um protesto contra o mal de uma nação que tinha matado gerações de crianças hebraicas, atirando-as ao rio.

A terceira etapa, e farei juízos sobre todos os deuses do Egipto, significa a destruição de todo o trabalho satânico que se tinha levantado na região por causa dos rituais e práticas de feitiçaria que se tinham espalhado por outras terras, como está escrito no livro do profeta Isaías 19:3: “E o espírito dos egípcios se esvaecerá dentro deles; eu destruirei o seu conselho, e eles consultarão os seus ídolos, e encantadores, e adivinhos, e mágicos.

Sabeis certamente que as últimas três pragas incluíam todos os habitantes da Terra, pelo que os relatos salientam que Deus faria a diferença entre o seu povo e os egípcios, indicando assim que eles – os hebreus – não estavam isentos deles.

A praga do coronavírus foi trazida pelo próprio Deus, o coronavírus não é obra de Satanás, por isso não pode ser repreendida porque estaríamos a erguer-nos contra Deus. Num dos ensinamentos, apresentei a instrução para estudar as dez pragas porque o coronavírus está a seguir o mesmo caminho das dez pragas do Egipto.

Das três fases que este julgamento de Deus estabeleceu sobre o Egipto, a terceira fase foi particularmente marcante para mim: e farei julgamentos sobre todos os deuses do Egipto. Penso que a razão disto é porque o julgamento não é dirigido apenas contra os deuses, mas contra os nichos onde foram colocados; se os deuses estão no coração de um homem/mulher de fé, eles também sofrerão o mesmo destino.

O profeta Amós denuncia ao povo que, apesar de Israel ter sido libertado da escravatura do Faraó, o Egipto nunca deixou o seu coração, e a razão para tal foi o facto de o povo nunca ter renunciado aos deuses do Egipto: “Antes, levastes a tenda de vosso Moloque, e o altar das vossas imagens, e a estrela do vosso deus, que fizestes para vós mesmos.” (Amós 5:26).

O coronavírus foi trazido por Deus e significa, como já vimos, uma visita de Deus a todos os países da terra, é portanto um tempo de “avaliação”, Deus está a avaliar (pesar) os habitantes da terra, e particularmente o seu povo, Deus está a determinar a dignidade do seu povo para passar para o próximo que está para vir.

Quantos deuses há no nosso coração que devemos descartar? Não julguem a minha pergunta do ponto de vista religioso; leram-na bem, há deuses que temos de rejeitar para passarmos ao nível seguinte, esta foi a exigência que o próprio Deus fez a Jacob:  “Então, disse Jacó à sua família e a todos os que com ele estavam: Tirai os deuses estranhos que há no meio de vós, e purificai-vos, e mudai as vossas vestes.” (Gênesis 35:1-5).

“deuses do Egito” são todas essas faculdades, ordinárias e/ou extraordinárias, da grande cidade constituída como recursos de sobrevivência, recursos de conforto e recursos de riqueza. Os “deuses do Egipto” são o valor mágico que as pessoas dão aos sonhos, às experiências; é o carácter de feiticeiro que as pessoas desenvolvem para adquirir riqueza, para prevalecer sobre os outros; os “deuses do Egipto” são as práticas místico-religiosas com que as pessoas envolvem os seus males para os fazer parecer justificáveis.

As pragas são contra os “deuses do Egipto” e arrasarão os lugares onde estão, se ainda estiverem no coração de alguém, ele também será dizimado. Devo dizer-vos que, assim que o coronavírus tiver passado, e vai passar em breve, muitas pessoas de Deus não poderão erguer-se, e vereis isso, e tudo porque não lhes tiraram os deuses do coração. Deus está visitando a terra e está fazendo isso para “pesar” os habitantes da terra, o povo de Deus não está isento, o apóstolo Pedro afirma claramente que o julgamento começa primeiro com a casa de Deus (1 Pedro 4:17).

Aproveite estes dias, invoque a Deus com humildade, exponha-se ao julgamento de Deus, e tire honestamente do seu coração os “deuses do Egito”, para que pela ação da fé possamos cumprir a Palavra: e do Egito chamei a meu filho.. (Oseias 11:1; Mateus 2:15)


As citações bíblicas são extraídas Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)


Pastor Pedro Montoya

WhatsApp 1 (407) 764-2699

Twitter: @pastormontoya

http://ministerioscristorey.com/

https://earthenwarevessels.com/