O coronavírus… a descoberta de evidências da existência de uma operação oculta satânica que precisa ser revelada




A mensagem de Deus em contexto com o coronavírus


Se há uma lição a retirar da pandemia do coronavírus para a humanidade, ela tem de ser ponderada não pelo número de mortes que deixa para trás, mas pela vulnerabilidade dos sistemas financeiros sobre os quais o homem construiu a sua segurança económica.

A principal consequência não são as mortes, embora seja sempre uma dor perder entes queridos, mas as principais consequências são económicas, para muitos países, consequências que levarão anos a ultrapassar.

Não quero parecer-vos insensível, não é que eu coloque o material mais do que vidas humanas, uma vida não tem preço; como pastor, penso quantos dos que morrem diariamente não terão tido uma oportunidade de salvação, mas descubro pela Palavra de Deus que há algo mais destrutivo que está a vir sobre nós, e o coronavírus está a trazê-lo à tona, e temos de nos preparar devidamente. Essa coisa forte que se nos depara tem a ver com os sistemas financeiros do mundo.

A pandemia provocou o colapso dos mercados financeiros, da banca, do comércio, da indústria; tudo caiu em questão de semanas. O desemprego, que os EUA se gabaram de ter sido o mais baixo de muitos anos, atingiu uma média recorde de 3.283 milhões de pedidos semanais de desemprego, e o Banco da América espera que até 20 milhões de pessoas percam os seus empregos até ao terceiro trimestre, sendo provável que a taxa de desemprego atinja um pico de 15%.  (Udland, 2020)

Muitos economistas estão alarmados com a recessão global que se avizinha, alguns prevêem mesmo que esta recessão possa degenerar numa longa depressão como a que atingiu os Estados Unidos em 1929-39. (Sabga, 2020)

Esta discussão tem algum mérito espiritual? Por que razão devemos discutir o caso? A pandemia expôs a vulnerabilidade —e a injustiça— dos sistemas financeiros humanos na produção de bens, serviços e riqueza; muitas, muitas pessoas em todo o mundo ficaram desempregadas, e o pior de tudo, despreparadas com poupanças suficientes para se abastecerem de alimentos.

Esta situação, que ainda não conhecemos, conduzirá a propostas para desenvolver novos modelos de vida social, nacional e internacional, não só para evitar que tantas pessoas percam a vida, mas também para evitar que os sistemas financeiros entrem em colapso e desperdicem anos de esforços. Nos próximos anos veremos propostas globais na área financeira, de modo a não depender do dinheiro, nem do trabalho humano como matéria-prima de produção; haverá uma tendência para o virtual, e os modelos de trabalho em linha serão desenvolvidos a partir de casa, os escritórios tenderão a desaparecer e os Mega locais de trabalho serão operados por sistemas robóticos. O coronavírus vai marcar uma viragem no pensamento dos criadores de escolas financeiras, forçando-os a desenvolver novos modelos de conveniência social.

Além disso, e é este o objetivo dos nossos escritos, o coronavírus é um apelo à comunidade de fé em Jesus; esta situação apanhou de surpresa muitas comunidades de fé e pôs em risco a continuidade de muitas delas; na pior das hipóteses, minou a convicção de muitos homens/mulheres de fé quanto à forma de encarar uma situação tão adversa.

O coronavírus foi enviado por Deus, e tem para o povo de fé em Jesus um propósito de formação e desenvolvimento de convicções. O coronavírus desempenha uma função profética, tal como é afirmado no ensino partilhado pelo apóstolo Paulo nas suas epístolas, e pelo apóstolo João no seu Apocalipse. O coronavírus é, nesse sentido, um sinal para o povo de fé se preparar para enfrentar os tempos difíceis que virão sobre a igreja nos tempos que antecedem o retorno de Jesus à Terra.

Os três pilares sobre os quais assentam todos os sinais dos acontecimentos que terão lugar antes da vinda de Jesus, e dos quais temos de ser firmes nas nossas convicções, são os seguintes.


Quando se diz paz e segurança, a destruição súbita virá

O coronavírus pretende ser um aviso para as pessoas de fé, uma espécie de simulacro, para que o homem/mulher de fé não confie na prosperidade do mundo.

Pouco antes do aparecimento do coronavírus, as economias do mundo eram saudáveis e prósperas; só nos Estados Unidos, a taxa de desemprego tinha baixado para 3,6%, a mais baixa desde 1969; e todos se recordarão da guerra comercial que surgiu entre os Estados Unidos e a China para alcançar a hegemonia nos mercados mundiais.

O que aconteceu? Porque é que as coisas mudaram de repente de forma tão drástica?

O coronavírus está a ensinar à comunidade religiosa que houve um tempo em que ela “se conformou” com este mundo, ou seja, “tomou a forma” que este mundo lhe sugeriu. O homem/mulher de fé “pensa” como o mundo pensa, vendo no final que um tempo de alívio económico e prosperidade financeira estava a chegar. O apóstolo Paulo tinha advertido claramente em sua doutrina pelo Espírito de Deus que o homem/mulher de fé não pode se conformar com este mundo,

E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2

O coronavírus foi estabelecido por Deus como um simulacro, para que as pessoas de fé possam tomar consciência das Escrituras que antes da vinda de Jesus haverá um tempo de paz e prosperidade mundial, estabelecido pelo anticristo, mas que para a igreja significará “tribulação”, porque para desfrutar dessa prosperidade, o anticristo imporá a exigência de que cada um se submeta sob o seu selo, e se deixe codificar, como a forma única de comprar e vender. O apóstolo Paulo apresenta-o nos seguintes termos,

Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então, lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão. 1 Tessalonicenses 5:3

O apóstolo João propõe-no da seguinte forma,

16 E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na mão direita ou na testa, 17 para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Apocalipse 13:16-17

O coronavírus foi enviado por Deus para treinar o Seu povo a saber como se comportar neste tipo de situações; o coronavírus tem sido uma simulação de treino, para que o homem/mulher de fé possa desenvolver estratégias e protocolos para sobreviver nestas situações.

Não se trata de construir “bunkers” destinados a manter a provisão durante um mês inteiro, essa não é a estratégia; o apóstolo advertiu que há sempre “sinais” de Deus para o homem, e um deles é compreender que todos os tempos de “vacas gordas” são seguidos por “vacas magras”; quando o sinal é dado, esse é o momento de prover. Não é um aviso novo, Jesus tinha falado sobre isso pouco antes de ser crucificado,

Aprendei, pois, esta parábola da figueira: quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Mateus 24:32

Qualquer pessoa que dependa do sistema financeiro deste mundo verá certamente o seu modo de vida afetado e terá posto em risco a sua vida espiritual;

19 e direi à minha alma: alma, tens em depósito muitos bens, para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. 20 Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será? 21 Assim é aquele que para si ajunta tesouros e não é rico para com Deus. Lucas 12:19-21

Quem desenvolver protocolos de sustentação bíblica, as ondas passarão por cima dele e a sua situação não será afetada.

27 Naqueles dias, desceram profetas de Jerusalém para Antioquia. 28 E, levantando-se um deles, por nome Agabo, dava a entender, pelo Espírito, que haveria uma grande fome em todo o mundo, e isso aconteceu no tempo de Cláudio César. 29 E os discípulos determinaram mandar, cada um conforme o que pudesse, socorro aos irmãos que habitavam na Judeia. Atos 11:27-29


O mistério da iniquidade é revelado

Nos escritos do Apóstolo Paulo, na sua segunda epístola aos Tessalonicenses, o Apóstolo faz referência a um ensinamento que ele compartilhou com a comunidade em algum momento durante a sua estada entre eles. O apóstolo fala da existência de uma operação diabólica que provocará a emergência de um personagem de descendência satânica por quem será estabelecido um sistema financeiro mundial que não dependerá dos actuais esforços humanos para produzir sustento e riqueza.

Ninguém, de maneira alguma, vos engane, porque não será assim sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco? E, agora, vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que, agora, resiste até que do meio seja tirado; e, então, será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; 2 Tessalonicenses 2:3-8

O apóstolo, ao apresentar este ensinamento sob a classificação de “mistério”, faz o leitor ver que é uma operação que não é legível a todos os olhos, nem mesmo entre as próprias comunidades de fé; o mistério da iniquidade, como Paulo o define, é uma operação diabólica pela qual a igreja sofrerá resistência, oposição e perseguição, especialmente para aqueles que denunciam e se opõem à sua operação satânica.

O filho da perdição, como o define o apóstolo Paulo —anticristo, segundo a definição de João— é um personagem de ascendência satânica que estabelecerá um sistema financeiro diferente do actual, um sistema financeiro “fantasma” que não dependerá do conceito de mercado, nem do trabalho que o homem desenvolve para produzir lucro, mas da injeção de capital virtual distribuído à taxa da codificação atribuída por habitante.

O apóstolo João apresentou-o na sua visão do Apocalipse como um controlo de codificação para ser lido pelos leitores genéticos da testa de cada pessoa e/ou mão direita. O coronavírus está a alertar-nos para a iminência de tais tempos.

16 E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na mão direita ou na testa, 17 para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Apocalipse 13:16-17

Para compreender para onde se dirige o mundo nos próximos anos, basta rever por alguns momentos algumas imagens que faziam parte dos cenários para detectar os surtos da pandemia. A leitura da temperatura da pessoa por um termómetro digital apontado para a testa da pessoa, faz-nos referir a uma palavra profética que é explicada no livro do Apocalipse.

Embora ainda não estejamos no tempo do Apocalipse, no entanto, esta imagem da leitura da temperatura na testa deve estar a dizer-nos alguma coisa. A plataforma já foi construída e o coronavírus abriu um precedente, e Deus está a avisar-nos.

Além do acima exposto, os subsídios e assistência econômica que alguns governos do mundo estão dando aos seus habitantes não são apenas um paliativo à situação, ou formas de conter a recessão, são a base sobre a qual se estabelece que doravante será pago não pelo trabalho feito, mas pela contribuição da pessoa para distribuir esse bem econômico entre as empresas estabelecidas.

Infelizmente, a doutrina do arrebatamento pré-tribulacional da igreja não está permitindo que as comunidades de fé se preparem adequadamente; a idéia de que esta doutrina humana está desenvolvendo arrogância entre os membros das comunidades que a apoiam, pois eles proclamam que a igreja não passará por tais eventos, pois será arrebatada antes do início da operação do anticristo. Uma doutrina humana que não é sustentada pela Palavra de Deus.


Onde quer que o cadáver esteja, ali se reunirão as águias: Europa, o epicentro do coronavírus

A Europa tornou-se o epicentro do coronavírus assim que o vírus deixou a China, em algum momento até o número de infetados e mortos excedeu os dados reportados pela China. Quão extraordinário é este evento? A situação marca o ponto a partir do qual o mistério da iniquidade começará a surgir, e a partir do qual o anticristo surgirá. O fato só pode ser entendido profeticamente por uma Palavra estabelecida por Jesus pouco antes de Ele ser crucificado,

Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias. Mateus 24:28

Porquê? A região mais afetada pelo coronavírus começará a desenvolver-se e a repensar novas escolas económicas. A União Europeia liderará esta moção não só pela Europa mas pelo mundo inteiro, porque veremos na União Europeia uma potência que irá impor a hegemonia mundial. O apóstolo João o apresentou em seu Apocalipse como uma “besta” composta de sete “cabeças” e dez “chifres”,

E eu pus-me sobre a areia do mar e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e, sobre os chifres, dez diademas, e, sobre as cabeças, um nome de blasfêmia. E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés, como os de urso, e a sua boca, como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio. E vi uma de suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta. E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? E foi-lhe dada uma boca para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para continuar por quarenta e dois meses. E abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda tribo, e língua, e nação. E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Se alguém tem ouvidos, ouça. Apocalipse 13:1-9

As dez pragas de Deus no Egipto deixam-nos com um ensinamento que é útil referir nesta secção. Antes de Moisés ser enviado por Deus para libertar o povo, o Egito era uma potência regional, muito do seu esplendor que sabemos hoje ter nascido exatamente naquela época. No entanto, assim que as dez pragas terminaram, o Egito tornou-se um povo fraco e vulnerável, e os filhos de Israel assumiram as riquezas do Egito.

Este ensinamento destaca que, após o fim do coronavírus, algumas nações serão empobrecidas, outras terão dificuldade em se sustentar, enquanto outras serão enriquecidas, como é o caso da União Europeia. Já vimos isso antes na história, a Alemanha foi destruída e dividida após a Segunda Guerra Mundial, sua recuperação e superação econômica só marca o caminho que seguirá a União Europeia, assim que o tempo do coronavírus tiver passado.

Em conclusão, o coronavírus não é apenas um vírus que logo passará e permanecerá nos manuais de instruções como um vírus letal, como uma das maiores pandemias da história da humanidade; o coronavírus foi enviado para cumprir um propósito de treinamento e educação. Deus em sua misericórdia nos deu uma atualização sobre como os eventos proféticos devem correr, porque ele sabe que a igreja, hoje, é uma igreja adormecida, que se tornou uma instituição religiosa, proclamando realizações institucionais e não a Palavra de Deus.


Deus está a despertar o seu povo.

 

Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda. Salmos 91:10



Partilhá-la,

a apostasia das nossas comunidades de fé precisa de ser desenraizada



References

Sabga, P. (30 de Mar de 2020). aljazeera. Obtenido de Coronavirus economy: Recession or depression?: https://www.aljazeera.com/amp/ajimpact/coronavirus-economy-recession-depression-200324161905531.html

Udland, M. (2 de April de 2020). Yahoo Finance. Obtenido de The U.S. economy is entering the ‘deepest recession on record’: https://finance.yahoo.com/news/us-economy-entering-deepest-recession-on-record-172304066.html

 

 


As citações bíblicas são extraídas Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

 


Pastor Pedro Montoya

WhatsApp 1 (407) 764-2699

Twitter: @pastormontoya

http://ministerioscristorey.com/

https://earthenwarevessels.com/